patrimonio historico

candinha

Patrimônio Histórico Tombado

O casarão foi sede da Fazenda Bananal. É um dos poucos remanescentes da arquitetura colonial na região metropolitana de São Paulo, foi construída entre os anos de 1800 e 1850. Passando por um processo de restauração, será sede do Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha.

Foto de 1959

(Arquivo Histórico/Secretaria de Cultura de Guarulhos)

Fonte: Prefeitura Municipal de Guarulhos

19-03-2015
Casa da Candinha, patrimônio histórico de guarulhos, bem tombado, história de guarulhos

Sítio da Candinha

O casarão foi sede da Fazenda Bananal. É um dos poucos remanescentes da arquitetura colonial na região metropolitana de São Paulo, foi construída entre os anos de 1800 e 1850. Passando por um processo de restauração, será sede do Parque Natural Municipal da Cultura Negra Sítio da Candinha.
26-12-2000
Bandeira de Guarulhos, Grande SP, Brasil

DECRETO Nº 21143, De 26 de dezembro de 2000, tomba dezesseis prédios históricos

Decreto do Prefeito Jovino Cândido da Silva tombou os patrimônios culturais: Sanatório Padre Bento, Igreja Nossa Senhora do Bonsucesso, Igreja do Bom Jesus (da Capelinha), Igreja Bom Jesus da Cabeça, Sítio da Candinha, Casa do Prefeito José Maurício, Antiga Estação de Trem e Antiga Casa do Chefe da Estação (Casa Amarela), Bosque Maia, Colégio Capistrano de Abreu, Praça Getúlio Vargas, Casa da Família Saraceni (destombada e demolida em 2010), Antiga Fábrica da Adamastor, Serra da Cantareira do Cabuçú ao Bonsucesso, Antiga Sede da Prefeitura de Guarulhos, Igreja São João Batista dos Morros, EEPSG Conselheiro Crispiniano. Veja a lei na íntegra.