História de Guarulhos

Antes de ser loteado pela Imobiliária Tranquilidade, o bairro se chamava Vila Allan Kardec. Grande parte era propriedade do Sanatório Padre Bento, que abrigava os hansenianos isolados da sociedade. A história do bairro com a doutrina espírita vem desta época.

Segundo o site do Centro Espírita Discípulos do Evangelho, no ano de 1942, um interno recém chegado foi abordado por outro interno que dizia que havia tido um sonho que os dois fundariam um núcleo espírita dentro do sanatório. Nasceu assim um grupo de estudo da Codificação Espírita de Allan Kardec. O grupo era secreto, pois havia preconceito contra a doutrina, assim as reuniões aconteciam em locais e horários diferentes.

tranquilida, vila allan kardec, guarulhos, espiritismo, religiao, história, logradouros

Mapa mostra as ruas com nome de personalidades espírita.

Em 1944, já havia 35 internos que participavam destas reuniões, assim foi protocolada a solicitação de licença para o funcionamento de uma sociedade cultural espírita.  Dr. Lauro, diretor do sanatório, aceitou o pedido, então em 06/12/1944, foi organizada a assembleia geral de fundação da sociedade espírita.

Assim a identificação dos moradores com a doutrina é verificada nos nomes das ruas – Bezerra de Menezes (médico, considerado um dos maiores expoentes do espiritismo no Brasil); Batuíra (foi um dos pioneiros da doutrina em São Paulo; Leon Diniz (logradouro em homenagem ao Leon Denis, filósofo espírita; Gabriel Dellane (homenagem ao espírita francês François-Marie Gabriel Delanne); Mirabelli (Carmine Mirabelli foi médium de feitos físicos); Viana de Carvalho (Major Dr. Manuel Viana de Carvalho foi fundador do Centro Espírita Cearense).

A partir de 1958, a entrada ao sanatório foi aberta ao público, assim a Sociedade Espírita Discípulos do Evangelho (S.E.D.E) poderia receber toda a sociedade para os seus trabalhos. Os logradouros identificam uma tradição do bairro e os costumes dos moradores.

12-05-2017

As ruas espíritas do Jardim Tranquilidade

Antes de ser loteado pela Imobiliária Tranquilidade, o bairro se chamava Vila Allan Kardec. Grande parte era propriedade do Sanatório Padre Bento, que abrigava os hansenianos isolados da sociedade. A história do bairro com a doutrina espírita vem desta época.
04-05-2017
Lei, patrimônio imaterial, guarulhos, Conselho de Patrimônio, cidade

Como solicitar o registro de bem imaterial

No último artigo sobre leis falamos de maneira introdutória sobre o que é o patrimônio imaterial. Em suma, são expressões culturais vivas, manifestadas através de celebrações estéticas, cênicas, musicais, lúdicas que se ligam à tradição de determinada população como parte de sua identidade.
28-04-2017
patrimônio imaterial, guarulhos, banda lira, musica, tradição, local, arte

Banda Lira como Patrimônio Imaterial de Guarulhos

A Banda Lira, com seus quase 110 anos de musicalidade, canta e encanta os guarulhenses desde 1908, quando, reunidos no Largo da matriz, atual Praça Tereza Cristina, começaram a se reunir a fim de arrecadar fundos para a festa do Divino Espírito Santo. Segundo relatos, em 1903, da reunião entre amigos, já era perceptível a origem da banda. Atualmente é presidida por Lola Testai e pelo seu cunhado, maestro Américo Testai.
19-04-2017
bicicleta, passeio, aapah, centro de guarulhos, ponto de cultura, turismo, historia, patrimonio cultural, procissão do fogaréu

Primeira “Bicicletada” para o Patrimônio

A primeira “Bicicletada” para o Patrimônio, ocorreu na noite do dia 13/04, marcando início dos eventos turísticos realizados pela AAPAH - Associação de Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico - no ano de 2017. O grande diferencial do evento foi sua realização no período noturno, visitando os pontos históricos da cidade, utilizando como meio de locomoção, as bicicletas, garantindo uma experiência única e fascinante.