Artigos

Arcinoé Antonio Peixoto Faria, heraldista e professor, é o autor da bandeira do município de Guarulhos, instituída como um dos três símbolos da cidade apresenta as seguintes características:Esquartejada em cruz, sendo os quartéis de azul constituídos por quatro faixas brancas carregadas sobre faixas vermelhas, dispostas duas a duas no sentido horizontal e vertical e que partem do vértice de um losango branco-central, onde o brasão municipal é aplicado”.

O esquartejamento em cruz, conforme a tradição heráldica portuguesa, simboliza o espírito cristão do povo de Guarulhos; o brasão central expressa o governo municipal, figurando como sede do município o losango onde é aplicado. As faixas representam o poder municipal que se expande a todos os quadrantes do território e os quartéis assim formados representam as propriedades rurais existentes no chão de Guarulhos.

Bandeira de guarulhos, significado, cores, motivos, lei

                                                    Bandeira do município instituída pela lei nº1679/71.

As cores da bandeira da cidade identificam-se com as brasão, simbolizando, azul, justiça, nobreza, perseverança, zelo, lealdade, recreação e formosura; o branco, simbolismo de paz, trabalho, amizade ,prosperidade e pureza; o vermelho, o amor pátrio, dedicação, audácia, desprendimento, valor, integridade e coragem.

Obedece o nosso lábaro, às dimensões oficiais adotadas para a bandeira nacional levando-se em consideração catorze módulos de altura por vinte módulos de comprimento do retângulo. Com hasteamento obrigatório às 8 horas de cada dia e arreamento às 18. Quando usada no período noturno deve permanecer iluminada. Para o seu hasteamento, observam-se as seguintes regras: quando hasteada em conjunto com a nacional e a estadual, ficará a nacional ao centro, a estadual à direita e a municipal à esquerda. Quando distendida sem mastro em rua, praça, entre edifícios ou portas, será postada ao comprido,com o lado maior do retângulo,em sentido horizontal e a coroa municipal voltada para cima.

 

Bibliografia:Repaginando a história –Símbolos da cidade

Autor:João Ranali

27-07-2017
Bandeira de guarulhos, significado, cores, motivos, lei

A bandeira de Guarulhos e seus significados

Arcinoé Antonio Peixoto Faria, heraldista e professor, é o autor da bandeira do município de Guarulhos, instituída como um dos três símbolos da cidade apresenta as seguintes características:“Esquartejada em cruz, sendo os quartéis de azul constituídos por quatro faixas brancas carregadas sobre faixas vermelhas, dispostas duas a duas no sentido horizontal e vertical e que partem do vértice de um losango branco-central, onde o brasão municipal é aplicado”.
20-07-2017

A Praça Mamonas Assassinas é uma Difusora de Memórias

Dinho (vocalista), Samuel (baixista), Bento (guitarrista) e Sérgio (baterista) iniciaram a carreira em 1990 com a banda Utopia, na qual Júlio (futuro tecladista dos Mamonas) atuava como Roadie. A Praça foi palco de muitas apresentações e o local no qual começaram a vender os seus primeiros discos. Alcançaram um sucesso imensurável no ano de 1995, quando, já com a banda Mamonas Assassinas, chegaram aos esplendorosos 2 milhões de cópias vendidas no começo de 1996. O acidente não impossibilitou que esses ilustres guarulhenses permanecessem vivos e continuassem a passar a sua energia através das memórias.
10-07-2017
cidadania, cidadania, patrimônio cultural, urbanismo, casa josé maurício, Guarulhos

O patrimônio, a cidade e a cidadania

Somos parte de uma das cidades mais antigas do país e muito pouco da sua história sabemos, não acredito que seja apenas por falha na educação escolar tradicional, que ao meu ver nunca daria conta de sozinha construir em nós o espírito de cidadania e zelo para com os patrimônios públicos, culturais, ambientais, históricos e tudo que está inserido dentro do que reconhecemos como cidade.
29-06-2017
Fogaréu de Guarulhos, patrimônio imaterial, cultura popular, Guarulhos, Bosco Maciel, profano, reliogioso

Processo de Registro de Patrimônio Imaterial – Parte II

Após o envio do Pedido de registro do bem imaterial ao órgão competente, direcionado ao seu presidente, este em seguida direciona os autos do processo do Pedido de Registro ao Conselho – Deliberativo ou Consultivo - para um Parecer acerca da viabilidade e conveniência do pedido ou seu Arquivamento.