Assessoria de Comunicação da AAPAH

Prédio Tombado

A escola estadual Dulce Breves Neves foi construída no início da década de 1970, sendo denominada inicialmente de Escola de Primeiro Grau Bairro dos Morros.
Ela foi projetada como uma pequena escola com quatro salas de aula. O prédio foi planejado para atender a pequena comunidade do bairro e no local eram alfabetizados os filhos dos sitiantes e das olarias que existiam na região. Foi a primeira escola pública da região.

 

escola dulce breves, patrimõnio de guarulhos, bem tombado, história de guarulhos

                                 Escola Estadual Dulce Breves. Ano: 1975. Acervo: Arquivo Histórico de Guarulhos.

O nome Dulce Breves Neves é homenagem a uma devotada professora e diretora da rede estadual de ensino, formado nos bancos escolares da Escola Caetano de Campos.

LOCALIZAÇÃO
Rua Orixá, nº 75, Jardim dos Afonsos.

PROPRIETÁRIO
Governo do Estado de São Paulo

AMPARO LEGAL
Lei Municipal 7014/2012

Fonte: Arquivo Histórico de Guarulhos

27-03-2017
escola dulce breves, patrimõnio de guarulhos, bem tombado, história de guarulhos

Escola Estadual Dulce Breves

A escola estadual Dulce Breves Neves foi construída no início da década de 1970, sendo denominada inicialmente de Escola de Primeiro Grau Bairro dos Morros.
24-03-2017
taboão, história de guarulhos, documento, lugares e memorias, youtube, destaque, bairro, historia local

Assista o programa sobre o Taboão

O programa “Lugares e Memórias” foi ao Taboão para contar a história deste bairro cheio de identidade. A gravação aconteceu na praça Oito de Dezembro, o apresentador Anderson Gomes fala sobre a aquisição das terras pelo imigrante português, Manuel Rodrigues Martins.
01-02-2017

Informações sobre a Casa José Maurício e o inventário

A AAPAH – Associação Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico vem por meio desta nota informar aos cidadãos guarulhenses sobre as últimas tratativas do patrimônio cultural de Guarulhos em discussão com o atual governo municipal.
12-01-2017

Baixe grátis a Revista Patrimônio Cultural

Revista do Patrimônio Cultural de Guarulhos contou com recursos adquiridos por meio de financiamento coletivo. Conheça os bens guarulhenses.