Artigos

21-09-2017

Metalurgia e incentivos governamentais: a Era Vargas em Guarulhos

Com as políticas econômicas varguistas, intensificou-se o processo de industrialização, principalmente no Sudeste, com instalações fabris de maior porte e o crescimento do ramo de eletrônicos. Segundo Maria Antonieta Leopoldi (2007), a crise de 1929 gerou a intensificação da produção de bens de consumo não duráveis no parque fabril já instalado, além da necessidade da instalação de fábricas de bens de produção no País, visando a sua expansão, devido à substituição das importações e à necessidade de se produzir para o mercado interno o que antes era importado, a fim de sustentar o parque fabril.
14-09-2017
Cerrado, Guarulhos, Vegetação, Natureza, Clima, Urbanismo, Desmatamento

Cerrado Guarulhense, Nosso Patrimônio Natural!

Você já ouviu falar na Savana Africana? Quando ouvimos falar em Savana logo nos remete uma imagem de uma paisagem com árvores espaçadas com arbustos e plantas herbáceas, em um lugar com zebras, antílopes e leões.
08-09-2017

O jornalismo e a telecomunicação em 1976

A capa da edição de 08/12/1976 trazia como título em letras garrafais “Uma cidade em mudança”, a foto que cobria quase metade da página foi tirada do alto e focalizava a antiga Câmara Municipal de Guarulhos. A junção entre título e imagem insinua que a mudança vinha da administração política do município. O prefeito era Waldomiro Pompêo.
31-08-2017
Casa do Atleta, bosque, esporte, História de Guarulhos, judô, olimpíadas

Parque da Casa do Atleta (José Hettefleis), da glória à prostração

Em 2016, Edinanci Silva sofreu uma lesão grave e teve que se afastar do esporte que pratica desde os 15 anos, porém a Casa do Atleta que a abrigou em 1993 e da qual só saiu após alcançar o estrelato na olimpíada de Atlanta em 1996, se encontra numa situação pior que a dela.
24-08-2017
rua dom pedro II, foto antiga, história de guarulhos, cidade símbolo, adolfo noronha

O Panorama de Guarulhos no final do século XIX

O livro Guarulhos cidade símbolo é esboçado em uma conjuntura muito particular. A produção, financiada por meio do mecenato industrial, do patronato e do Poder Público, tem o objetivo de vislumbrar a cidade que se potencializava aos olhos da elite. Cabe aqui uma digressão rápida sobre a Guarulhos vista por Adolfo Vasconcelos Noronha.
17-08-2017
formação geográfica, guarulhos, rodoanel, ferroanel, desenvolvimento urbano, sustentabilidade

Guarulhos: Desenvolvimento Desigual e Crescimento Combinado

A formação urbana de Guarulhos e sua história econômica está intrinsecamente ligada a sua localização Geográfica. A localização de Guarulhos começa a pesar mais intensamente a partir de 1589, com a descoberta de minas auríferas, bem como seu processo de extração, constituindo, possivelmente, a primeira atividade econômica destinada a esta região.
10-08-2017

A rua 3 do Jardim Novo Ipanema e seus modos de identificação

Quando os lotes eram divididos para se vender, as ruas eram batizadas por números para identificação de cada logradouros, com a chegada dos primeiros moradores, para recebimento de correspondência se torna necessário uma denominação mais precisa como o nome de alguém que teve representatividade na região. O batismo do logradouro é decidido por decreto ou por imposição dos próprios moradores do local.
03-08-2017
cecap, horta, escola, centro comunitário, história

Infância e educação no Cecap

Trataremos no artigo de hoje uma parte das reminiscências da infância e da educação no Parque Cecap, destacando o Clube de Mães, antiga creche do bairro.
27-07-2017
Bandeira de guarulhos, significado, cores, motivos, lei

A bandeira de Guarulhos e seus significados

Arcinoé Antonio Peixoto Faria, heraldista e professor, é o autor da bandeira do município de Guarulhos, instituída como um dos três símbolos da cidade apresenta as seguintes características:“Esquartejada em cruz, sendo os quartéis de azul constituídos por quatro faixas brancas carregadas sobre faixas vermelhas, dispostas duas a duas no sentido horizontal e vertical e que partem do vértice de um losango branco-central, onde o brasão municipal é aplicado”.
20-07-2017

A Praça Mamonas Assassinas é uma Difusora de Memórias

Dinho (vocalista), Samuel (baixista), Bento (guitarrista) e Sérgio (baterista) iniciaram a carreira em 1990 com a banda Utopia, na qual Júlio (futuro tecladista dos Mamonas) atuava como Roadie. A Praça foi palco de muitas apresentações e o local no qual começaram a vender os seus primeiros discos. Alcançaram um sucesso imensurável no ano de 1995, quando, já com a banda Mamonas Assassinas, chegaram aos esplendorosos 2 milhões de cópias vendidas no começo de 1996. O acidente não impossibilitou que esses ilustres guarulhenses permanecessem vivos e continuassem a passar a sua energia através das memórias.

Artigos

Gmedia Galleries

Layouts

Portfolio

Slides