Primeira “Bicicletada” para o Patrimônio

Casa José Maurício, História de Guarulhos, Guarulhos, patrimônio histórico, patrimônio cultural
Programa sobre o Casarão José Maurício
18-04-2017
patrimônio imaterial, guarulhos, banda lira, musica, tradição, local, arte
Banda Lira como Patrimônio Imaterial de Guarulhos
28-04-2017
bicicleta, passeio, aapah, centro de guarulhos, ponto de cultura, turismo, historia, patrimonio cultural, procissão do fogaréu

Passeio em Guarulhos

A primeira “Bicicletada” para o Patrimônio, ocorreu na noite do dia 13/04, marcando início dos eventos turísticos realizados pela AAPAH – Associação de Amigos do Patrimônio e Arquivo Histórico – no ano de 2017. O grande diferencial do evento foi sua realização no período noturno, visitando os pontos históricos da cidade, utilizando como meio de locomoção, as bicicletas, garantindo uma experiência única e fascinante.

No centro da cidade, o passado dá o tom. A começar pelo seu nascimento em 1560, com o aldeamento indígena (Nossa Senhora da Conceição), que nos remete à época da colonização, até o contemporâneo das novas construções, passando pela transformação da chamada “cidade progresso” no final do século XIX.

bicicleta, passeio, aapah, centro de guarulhos, ponto de cultura, turismo, historia, patrimonio cultural, procissão do fogaréu

                        Procissão do Fogaréu de Guarulhos. Ano: 2017. Acervo: AAPAH/Bruno Leite de Carvalho.

O Marco zero, a Catedral Nossa Senhora da Conceição (conhecida popularmente como Igreja Matriz), a Antiga Igreja e Cemitério da Irmandade dos Irmãos Pretos de Nossa Senhora do Rosário, o antigo Paço Municipal, a Casa “José Mauricio”, o Cemitério São João Batista, a nova Capela de Nossa Senhora dos Homens Pretos e São Benedito e a Praça Getúlio Vargas, todos retratos de uma história que muitas vezes, os guarulhenses desconhecem, mas que o passeio procurou observá-los com a missão de ampliar a percepção sobre a cidade em sua complexidade e a busca pela identidade no seu contexto histórico local.

Andar de bicicleta pelo centro é ver a história da cidade ser contada por suas construções, manifestações materiais e imateriais das transformações pelas quais nosso município passou, a partir de um novo viés, que na correria do dia a dia passa despercebido aos nossos olhos.

No fim da bicicletada, o grupo de ciclistas, juntamente com os guias, ainda participou da Procissão do Fogaréu, (primeira vez realizada no centro) fomentada pelo folclorista Bosco Maciel, que desde 2010, trouxe para a cidade essa tradição medieval vinda da Espanha e Portugal e que foi levada a Goiás pelo padre espanhol João Perestelo Espíndola’. O ritual representava a penitência e condenação pública de pecadores, e depois se transformou em uma FESTA POPULAR que lembra a prisão de Jesus Cristo.

Nádia Aline dos Santos Tranches
Nádia Aline dos Santos Tranches
Historiadora, professora da rede privada de ensino e associada da AAPAH.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.