Concurso de desenho em Guarulhos: O caso do monumento da Praça Getúlio Vargas

bonsucesso - Guarulhos, patrimônio histórico, história de Guarulhos
MP abre inquérito para investigar demolições no Bonsucesso
22-09-2016
Represa do Cabuçu, Serra da Cantareira, Parque da Cantareira, Meio Ambiente, Natureza
Serra da Cantareira: uma realidade verde em Guarulhos
29-09-2016

Concurso de desenho em Guarulhos: O caso do monumento da Praça Getúlio Vargas

Quarto Centenário, História de Guarulhos, Praça Getúlio Vargas, Monumento

Quarto Centenário de Guarulhos

Localizado na Praça Getúlio Vargas, em frente à atual Câmara Municipal, o monumento em homenagem ao IV Centenário de Guarulhos foi inaugurado no dia 8 de dezembro de 1960, como parte das comemorações do 4° Centenário de fundação da cidade.

Segundo a Lei Municipal n° 533, de 27 de agosto de 1958, formulada pelo vereador Francisco Antunes Filho, ficou instituída a Comissão dos Festejos do IV Centenário de Guarulhos, incumbida assim pela organização da festa.

Dentre essas atividades, foi instituído um concurso, de participação livre, para a criação do desenho do emblema, em que 107 pessoas participaram e 300 trabalhos foram recebidos. Para o julgamento e a escolha, foram convidados os ilustres, o poeta Guilherme de Almeida, considerado como o príncipe dos poetas brasileiros e Lourival Gomes Machado, na época diretor do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM-SP).

Quarto Centenário, História de Guarulhos, Praça Getúlio Vargas, Monumento

Autoridades na Inauguração do Monumento em Homenagem ao IV Centenário. Ano: 1960. Acervo: Arquivo Histórico de Guarulhos.

A equipe vencedora e que levou a quantia de Cr$20.000,00 foi a “Sigma”, formada pelos acadêmicos Nilva Lima Prado, William Munford e Maurício Fridman da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). O projeto foi descrito da seguinte forma:

“Representação planimétrica do monumento que é a materialização volumétrica do símbolo. O monumento é formado por tetraedros, cada face representa um século e será construído em aço, preferencialmente, ou em alumínio. São quatro triângulos iguais, dois unidos por suas bases menores e dois justapostos por seus vértices, sendo estes dispostos segundo um eixo vertical. Cada triângulo é um século; o conjunto é um sigma estilizado, representando os dias atuais. O triângulo lembra as três raças que povoaram a região. A dominante é a vertical, representando o progresso. O vértice comum é a união em busca do progresso. O carimbo tem cor livre, eventualmente azul, lembrando uma das cores tradicionais da cidade ou, também, se for usado em fundo não branco, de cor branca prateada, lembrando a indústria da região.”

Como cita o Jornal de Guarulhos, um dos veículos de imprensa da época, o símbolo foi “erguido pela laboriosa colônia japonesa radicada no município” e “construído no estabelecimento industrial da Firma Formaflex Ltda”, de posse do mesmo vereador Francisco Antunes Filho.

Outro monumento em que o desenho foi escolhido por meio de concurso foi “O Símbolo do Centenário” (1980), em comemoração aos 100 anos de emancipação política de São Paulo, localizado na atual sede da Prefeitura Municipal de Guarulhos, no bairro Bom Clima.

Larissa Lucindo Fernandes
Larissa Lucindo Fernandes
Cidadã guarulhense e estudante de Arquitetura pela UNG e História da Arte pela UNIFESP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.