O Teatro Nelson Rodrigues na Vila Galvão

Capistrano de Abreu - Guarulhos, patrimônio histórico, história, primeira escola de guarulhos
Processo de Tombamento de Bens Culturais em Guarulhos
06-02-2016
nova diretoria da aapah, historiadores de guarulhos, associação amigos do patrimônio e arquivo histórico
Nova diretoria da AAPAH é eleita por aclamação
15-02-2016

O Teatro Nelson Rodrigues na Vila Galvão

lago dos patos, história de guarulhos, patrimônio cultural

Teatro em Guarulhos

O Teatro Nelson Rodrigues é um marco da cultura na cidade. Localizado no bairro da Vila Galvão, ele praticamente surgiu em conjunto com a região. Ele foi projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo para ser um prédio escolar e sobre este alicerce foi inaugurado em 1981, sendo o primeiro espaço pertencente a Prefeitura Municipal com função de receber apresentações cênicas e musicais, além de ser um importante centro de manifestações artísticas e culturais da cidade.

Contar a história do Teatro é debruçar-se sobre a história do bairro. Após adquirir parte da Fazenda Cabuçu, a família de Francisco Gonzaga de Vasconcelos fez uso das duas casas que pertenciam a sede da Fazenda, entre elas, a que abrigaria futuramente o teatro. Isto em 1909.

Sob a chegada do trem da Cantareira, cuja estação localizava-se próximo as instalações da Empresa Cerâmicas Paulista, propriedade da família Vasconcelos e que usava a linha do trem para escoar seus tijolos para a capital São Paulo, o bairro rapidamente expandiu-se.

Em torno da Cerâmica Paulista é que o nome “Vila Galvão” foi alcunhado. Devido a uma crise financeira que atingia a sua fábrica, Francisco Vasconcelos convidou o Ezequias de Moura Galvão para ser o administrador. Com a construção de casas ao redor da fábrica, o espaço se tornou a “Vila do Galvão”.

Com o trem e as melhorias locais, além das belezas naturais provenientes da proximidade com a Serra da Cantareira, a região se torna nos anos seguintes um conhecido balneário de diversão para os paulistanos que procuravam sossego.

Na década de 1940, o bairro já um importante chamariz de tranquilidade e repouso como bem afirma o panfleto abaixo, começa a ser loteado:

Acervo: Arquivo Histórico de Guarulhos, Década de 1940

Acervo: Arquivo Histórico de Guarulhos, Década de 1940

A imagem acima é de uma caderneta de propriedade de Francisco Conde importante negociante de terras, apresentando os terrenos localizados na região adjacentes ao Lago dos Patos – construído em 1918 – que se tornariam o bairro da Vila Rosália com suas mansões e famílias abastadas.

Voltando ao teatro, nos anos 50 e 60, após o início do loteamento das áreas, as dependências do prédio recebiam o Liceu Brasil, escola de 1o grau do professor Homero Rubens de Sá.

Com a inauguração em 1981, 0 Teatro Nelson Rodrigues, recebe importantes atores e atrizes que passaram pelos seus palcos com peças de destaques no cenário cultural.

Entretanto, não foram apenas de louros que o teatro viveu todos estes anos. O local também esteve durante alguns anos a ponto de ser fechado, à mercê de toda a sorte como infiltrações, furtos e descaso do poder público.

Recentemente, com a reativação da Escola Viva de Artes Cênicas e com uma reforma pontual, o Teatro voltou a receber público na cidade, encontrando-se aberto atualmente.

Tiago Cavalcante Guerra
Tiago Cavalcante Guerra
Historiador, diretor geral da AAPAH, coautor dos livros “Cecap Guarulhos – Histórias, Identidades e Memórias”, “Guia Histórico Cultural de Logradouros – Lugares e Memórias de Guarulhos” e “Signos e Significados em Guarulhos – Identidade – Urbanização – Exclusão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.