Capela de Bom Jesus resiste às transformações do tempo

Gopoúva tinha poucas casas quando instalaram o sanatório
28-12-2015
Desvendando o Água Azul
29-12-2015

Capela de Bom Jesus resiste às transformações do tempo

por Bruno Leite de Carvalho[i]

A Capela de Bom Jesus, escondida pelos prédios, propagandas, ponto de ônibus e uma banca de jornal, fica na avenida Monteiro Lobato, na altura do número 898. Quando passamos por ela temos a impressão que foi esquecida pela modernidade dos veículos que passam à sua frente ou pelas construções vizinhas.

Porém, trata-se de uma resistência. A primeira capela que ficava neste local foi construída em taipa de pilão, era em homenagem a Bom Jesus de Pirapora, em frente passava a antiga Estrada Geral. O local era freqüentado pelos escravos, que viam na imagem de Bom Jesus acalento e proteção.

O ramal da Estrada Geral em Guarulhos foi aberto por volta de 1600, passavam-se tropeiros e todo tipo de atividade nos tempos coloniais e imperiais. Essa antiga via ligava as lavras de ouro, Bonsucesso, Praça Tereza Cristina com rotas que iam para Santana e Penha, em São Paulo. Na capital a continuação da via era chamada de Estrada Velha de São Paulo.

Capela_1

Relógio da Capela Bom Jesus. Acervo: AAPAH/Bruno Leite de Carvalho. Ano: 2015.

Hoje as ligações são plenas para todas as regiões do nosso município e com regiões leste e norte de São Paulo por meio de linhas de ônibus que fazem percurso pela avenida Monteiro Lobato.

A antiga passagem já funcionava por abertura na mata feita pelos indígenas, tornou-se rota de tropeiros e atualmente o local continua em uso, algo que demonstra as transformações do espaço. Um espaço guarda a memória dessas mudanças, lá continua em pé a Capela de Bom Jesus.

A construção atual foi feita com tijolos assentados com barro, assim continua resistente vendo o crescimento urbano à sua volta. Atualmente é pintada com tinta azul. A capela pertence á Paróquia de Nossa Senhora Aparecida do Cocaia.

[i] Jornalista, responsável pela assessoria de comunicação da AAPAH, coautor dos livros “Guia Histórico Cultural de Logradouros – Lugares e Memórias de Guarulhos” e “Signos e Significados em Guarulhos: Identidade – Urbanização – Exclusão”.

Bruno Leite de Carvalho
Bruno Leite de Carvalho
Jornalista, responsável pela assessoria de comunicação da AAPAH, coautor dos livros “Guia Histórico Cultural de Logradouros – Lugares e Memórias de Guarulhos” e “Signos e Significados em Guarulhos: Identidade – Urbanização – Exclusão”.

Comments are closed.