Casarões de Santo André são exemplos para patrimônios guarulhenses

O bairro do Bom Clima nos anos 60 e 70
18-10-2015
Programa Lugares e Memórias sobre Trem da Cantareira – Ramal de Guarulhos
25-10-2015

Casarões de Santo André são exemplos para patrimônios guarulhenses

Construções da década de 1920 abrigam literatura e artes plásticas

Textos e fotos: Bruno Leite de Carvalho

Como de costume, observo os patrimônios culturais dos locais que visito. Estava em Santo André, cidade do ABC Paulista, fundada em 1553, um pouco mais de um ano mais velha que São Paulo, enquanto Guarulhos tem sete anos a menos.

Na região central andreense tem dois casarões que me chamaram atenção desde a primeira vez que passei, um é a Casa da Palavra, o outro é a Casa do Olhar Luiz Sacilotto, duas construções da década de 1920. Os dois exemplares foram residências como primeiro uso, hoje são de uso cultural, bens tombados por lei municipal.

[huge_it_gallery id=”7″]

Para os patrimônios culturais pensamos em algumas etapas – a conservação, o uso, o alcance de toda população para usufruto do bem.   Esses dois casarões estão conservados, estão em uso e aberto para a população.

A Casa da Palavra tem eventos ligados à literatura, como saraus e também pequenos shows. A Casa do Olhar abriga exposições, agora no mês de outubro estão expostas as obras da pintora Tânia Turcato, artista natural de São Caetano do Sul.

Com esses dois exemplos de patrimônios vivos e abertos ao público fica a dica para Guarulhos, como uma cidade que também não tem como sua principal atividade o turismo, pode cuidar dos seus bens e deixá-los acessível ao público.

Os dois casarões pela proximidade me fizeram pensar na Casa José Maurício e no Antigo Paço Municipal, a conservação, sim, é uma iniciativa cara. Porém, o uso pode ter ações simples e com espaço aberto para personalidades da região. Fica a dica!

Bruno Leite de Carvalho
Bruno Leite de Carvalho
Jornalista, responsável pela assessoria de comunicação da AAPAH, coautor dos livros “Guia Histórico Cultural de Logradouros – Lugares e Memórias de Guarulhos” e “Signos e Significados em Guarulhos: Identidade – Urbanização – Exclusão”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.